O potencial do check-in e check-out automático na retenção de clientes

O potencial do check-in e check-out automático na retenção de clientes

Aprenda como a tecnologia de check-in e check-out automático pode aumentar a velocidade do atendimento e melhorar a retenção de consumidores.

Já abordamos aqui no blog em algumas oportunidades quais são os benefícios que a adoção de novas tecnologias pode trazer, tanto para a gestão estratégica do negócio quanto para a experiência dos clientes.

Hoje, iremos abordar uma tecnologia que se encontra na intersecção entre esses dois pontos. Trata-se do chek-in e check-out automático.

Essa ferramenta pode beneficiar o hotel em diversas situações. Por isso, resolvemos aprofundar um pouco mais no potencial que essa ferramenta oferece ao empreendimento hoteleiro quando o assunto é a retenção de clientes. Boa leitura!

Check-in automático: Atendimento rápido e facilitado conquista o cliente

O atendimento ao cliente é considerado um dos grandes diferenciais de mercado nos dias de hoje. Clientes demandam soluções rápidas para suas necessidades, e as empresas que conseguem entregar rapidez saem na frente no momento de conquistar um consumidor.

No caso do check-in automático, a ferramenta tem como principal atração a possibilidade de conceder ao cliente mais facilidade e menos burocracia na hora de preencher a ficha de hóspedes e dar entrada no hotel.

Esqueça as longas filas e a demora no preenchimento de cadastros e fichas de hóspedes. O sistema permite que o hóspede possa fazer tudo antes mesmo de sair de viagem, ou então sentado no conforto do lobby, em vez de encarar uma longa fila.

Esse é o tipo de solução que agrada o cliente e agrega valor aos serviços do hotel. Ninguém gosta de ficar esperando em fila apenas para preencher uma ficha (ainda mais quando estão chegando de viagem), portanto, pode ter certeza que o hotel ganha muitos pontos ao permitir mais flexibilidade de atendimento na hora do check-in.

Autosserviço não é sinônimo de desleixo

Muitas empresas e hotéis relutam em adotar soluções do tipo “do it yourself” por acreditar que elas retiram valor de um dos princípios básicos da hotelaria: a hospitalidade e gentileza.

Por mais que seja agradável ser recebido por um profissional na recepção, muitas vezes o processo de autosserviço é muito mais rápido e confortável para quem está chegando.

Pense na seguinte situação: pessoas têm nomes e sobrenomes complicados, endereços nem sempre são fáceis de cadastrar, e-mails e números de documentos podem sofrer com erros de interpretação do recepcionista, e tudo isso pode atrasar ou atrapalhar o processo de registro.

Ninguém sabe mais sobre seus dados do que o próprio hóspede. Sendo assim, fica mais fácil (tanto para o cliente quanto para a empresa) se ele mesmo inserir seus dados e agilizar o processo com o check-in automático.

Você pode ter certeza que será muito difícil encontrar alguém que prefira o check-in tradicional feito com o recepcionista do que um autosserviço rápido e eficiente.

Dados precisos geram mais chances de interação, relacionamento e retenção

A comunicação entre uma empresa e um cliente está ganhando cada vez mais força com a internet e o uso de dados. As informações fornecidas pelos hóspedes são o ponto de partida para conhecer seu cliente e analisar quais são as possibilidades e estratégias que a empresa pode adotar para retê-lo.

Muitas equipes de comunicação e marketing de hotéis sofrem com a falta de dados (ou dados incorretos) nas fichas cadastrais. Isso ocorre pois, em muitos momentos, os profissionais de recepção estão sobrecarregados e fazem um “registro mínimo”, ou seja, deixam de anotar informações importantes por conta da pressa e da necessidade de realizar os atendimentos o mais rápido possível.

O sistema de check-in e check-out automático concede ao cliente a possibilidade de completar seus dados em um momento oportuno, sem pressa, no qual ele irá preencher toda a ficha e encaminhar para o hotel, que não terá o trabalho nem de tabular essas informações, já que elas são compiladas pelo sistema.

Com as informações corretas em mãos, um hotel pode desenhar inúmeras estratégias de comunicação com seus hóspedes e entender melhor seu comportamento de consumo e preferências. Tudo isso é fundamental para estruturar uma comunicação eficaz e que auxilia na retenção do cliente.

 

Além de auxiliar na retenção do cliente por ser uma ferramenta que entrega praticidade e eficiência, o sistema de check-in automático concede mais precisão de dados, alivia a carga de trabalho da recepção e pode até mesmo ajudar no upselling.

Por mais que o balcão tenha papel importante nessa estratégia, nem sempre os atendentes são bons “vendedores”, e essa oferta do upselling pode ser disponibilizada pelo sistema, sem a necessidade de uma pessoa oferecer o serviço.

Trazer novas tecnologias para dentro do hotel, como o check-in e check-out automático, é sempre algo valoroso. Tecnologia e hotelaria estão cada vez mais integradas, portanto, é fundamental pensar em inovações como uma forma de trazer mais conforto ao hóspede, mais inteligência para a gestão e ainda otimizar a difícil tarefa de reter os clientes.



Fechar Menu