Tecnologia hoteleira: como o mobile otimiza a gestão de hotéis

Tecnologia hoteleira: como o mobile otimiza a gestão de hotéis

Como você já sabe muito bem, as tecnologias hoteleiras trouxeram grande impacto para o setor, tanto para as operações empresariais quanto para as formas de consumo adotadas pelos clientes.

As relações de compra e venda e as estratégias de publicidade e marketing são apenas alguns dos aspectos que sofreram com grandes mudanças nos últimos anos.

Essa realidade é fruto do avanço tecnológico vivenciado por todos nós. A ascensão da internet como um grande meio de comunicação e negócios revolucionou a relação entre consumidores e empresas, algo que se tornou ainda mais forte com a chegada das tendências mobile.

As inovações focadas nos dispositivos móveis concentram os principais esforços das empresas de tecnologia e negócios. Desde startups financeiras até OTAs e mais importantes redes hoteleiras do mundo, todos estão focados em transferir o aprendizado tecnológico captado ao longo dos anos para uma plataforma dinâmica, ágil e que funciona em, praticamente, qualquer lugar.

Se engana quem acredita que as tecnologias hoteleiras, como o mobile, beneficiam apenas os clientes. Existe também a possibilidade de utilizar os dispositivos móveis para otimizar a gestão hoteleira. E é exatamente esse o ponto principal desse texto!

Preparado para conhecer como o mobile pode transformar a administração de hotéis? Confira nossa análise sobre este cenário e como os empreendimentos hoteleiros podem utilizar as plataformas móveis para ganhar mais precisão em seu gerenciamento.

Tecnologia hoteleira: Como o mobile pode otimizar a gestão?

Uso de um PMS em nuvem permite mobilidade de gestão

Vamos começar com o ponto principal. Dispositivos móveis, como celulares e tablets, não servem apenas para reproduzir séries, tirar fotos e acessar as redes sociais. Eles são “minicomputadores” capazes de suportar aplicativos completos, como um PMS.

Um sistema de gestão hoteleira que opera em um servidor cloud garante acessibilidade ao software em diversas plataformas, inclusive os dispositivos móveis. Basta uma conexão com a internet e um smartphone para que os gestores possam levar o cérebro do hotel para onde desejarem. 

A mobilidade garante mais controle e dinâmica para a rotina dos gestores hoteleiros. Além disso, o sistema atualiza os dados constantemente, o que amplia a segurança e mantém os números sempre atualizados.

Por fim, não se esqueça que um PMS concentra as principais operações e métricas de análise em um único sistema. O uso desse tipo de tecnologia hoteleira é bastante difuso no setor, contudo, a mobilidade ainda é um diferencial positivo.

Aplicativos ajudam a monitorar tendências e comportamento do usuário

O desenvolvimento de aplicativos se tornou acessível às empresas nos últimos anos. Isso permite que o hotel desenvolva um aplicativo próprio, capaz de auxiliar os clientes no descobrimento da estrutura e serviços e, ao mesmo tempo, captar dados.

Esses dados podem auxiliar no rastreamento de comportamento dos usuários. Por exemplo, se o hotel oferece em seu app um sistema de reserva para restaurante ou spa, é possível captar quem utilizou os serviços, em quais horários e com qual frequência.

Isso se chama inteligência empresarial. Utilizar pequenas informações que parecem pouco úteis e transformá-las em resultados.

Além de insights para novas ações, o uso dos aplicativos permite que o empreendimento tenha informações sobre a movimentação dos hóspedes pelos serviços do hotel, analisando os horários de pico e assim organizando as operações para atender melhor.

Mobile é um convite para o autoatendimento

Recursos como self check-in estão se tornando muito comuns em companhias aéreas e hotéis. Em muitos casos, são utilizados totens de autoatendimento na recepção. 

Contudo, que tal trocar o totem pelo celular?

O hotel pode incentivar o uso de sistemas de autoatendimento junto aos clientes para garantir mais agilidade para eles e menos demanda operacional para os colaboradores. Todo mundo sai ganhando!

Sistemas de atendimento móveis facilitam a gestão para restaurantes e lavanderias

Esqueça as comandas de papel e as folhas de lavanderia. Elas estão se tornando cada vez mais obsoletas.

É possível usar tecnologias hoteleiras para fazer o controle de comandas. Esse sistema inteligente troca o bloquinho dos garçons por um dispositivo móvel, que já transmite o pedido para a cozinha e contabiliza os valores na conta. 

O mesmo ocorre com a lavanderia, gerando mais controle para o cliente e para a equipe de governança.

Como você pode perceber, o uso de tecnologias que trazem mobilidade abre novas perspectivas para a gestão hoteleira. 

Investimentos em mobile geram melhorias para o relacionamento com o cliente e a gestão empresarial, e é por isso que cada vez mais os grandes players do mercado hoteleiro concentram seus esforços no mobile first, ou seja, a tendência de criar soluções com mobilidade para seus clientes e funcionários.

Gostou da nossa análise? Não deixe de complementar esse conteúdo e leia nosso eBook sobre o futuro da hotelaria e das operações do setor hoteleiro.

Deixe uma resposta

Fechar Menu