Inovações na hotelaria europeia: o que podemos trazer para o Brasil

Inovações na hotelaria europeia: o que podemos trazer para o Brasil

Os hotéis europeus estão entre os principais pólos de inovação na hotelaria. Veja as principais tendências do velho continente que podemos trazer para o Brasil!

Quando se fala em indústria da hospitalidade, é inegável que a Europa tem o que há de melhor e a oferecer. Muitos dos principais hotéis do mundo encontram-se no velho continente, e boa parte das tendências aplicadas nos hotéis do Brasil e da América Latina são importadas de lá.

Isso não ocorre por acaso. Os países da Europa tem o turismo como uma grande fonte de renda, e isso reflete na qualidade do setor hoteleiro. Junte a isso o fato de que boa parte das inovações da hotelaria são lançadas por lá ou nos Estados Unidos, algo que é fruto do desenvolvimento econômico e social dos países europeus e da terra do Tio Sam.

Mas essa realidade não significa que os hotéis do Brasil não podem aproveitar algumas ideias e novidades surgidas lá fora. Algumas inovações da hotelaria europeia estão prontas para desembarcar nos empreendimentos nacionais. 

Quer conhecer um pouco sobre elas? Confira o que há de mais novo na hotelaria da Europa e o que podemos transpor para a realidade brasileira!

5 inovações na hotelaria europeia para ficarmos atentos

1. O hotel como espaço público de trabalho e socialização

A redução dos espaços para interação entre as pessoas está fazendo com que alguns hotéis europeus usem suas áreas comuns, como o lobby e restaurante, para criar espaço de interação dentro da malha urbana.

É como se o hotel fosse um local público para qualquer pessoa que queira trabalhar, bater um papo ou apenas curtir um ambiente legal. Esse tipo de abertura faz com que o hotel ganhe outro significado dentro da cidade, transformando-se em algo maior do que apenas um local para hospedagem de pessoas.

Com um bom wi-fi e espaços confortáveis, os hotéis estão ganhando o coração das pessoas que trabalham remotamente e busca um bom local para trabalhar. De quebra, o hotel fica movimentado, ganha chances de vender produtos no bar ou restaurante e ainda faz um belo cartão de visitas para quem passa por ali.

2. A ascensão do Hotel Boutique

Para quem não sabe, são considerados hotéis boutique aqueles empreendimentos cujo foco é apresentar mais elementos de arte, tecnologia e interatividade. São empreendimentos conceito ou que trazem inovações na hotelaria bem diferentes para o público.

A ascensão da internet como meio de comunicação e troca de conteúdos ajudou no crescimento dos hotéis boutique, que estão aproveitando a facilidade de compartilhamento de informações para se tornarem mundialmente conhecidos.

Ser um hotel boutique não é algo assim tão simples, porém, o Brasil já possui alguns que valem a visita e podem servir de inspiração. 

3. Hotel controlado por smartphone

O futuro está, de fato na palma das nossas mãos. A grande maioria das inovações tecnológicas da hotelaria é focada nos dispositivos móveis. O mobile first é uma tendência tão grande que alguns hotéis estão desenvolvendo formas de manter todo o controle dentro de um celular.

E quando falamos de fazer tudo com o smartphone, não estamos exagerando. A ideia é que o hóspede possa fazer ajustes em seu quarto diretamente pelo telefone, ajustando a temperatura do ar, o canal da tv, as luzes e muito mais. 

Está achando isso impossível? Então confira esse hotel da Hungria que já conseguiu transformar o celular do hóspede na central de configurações do quarto.

4. Inteligência artificial e dados em prol da experiência do hóspede

Não podemos falar de inovações na hotelaria sem inteligência artificial, e ela está sendo aplicada de diversas maneiras. Há hotéis investindo nos assistentes digitais, como Google Home e Amazon Alexa, criando verdadeiros mordomos digitais em cada habitação. 

E há também aqueles que apostam no uso de I.A para captar dados e transformar essas informações em melhorias para a experiência do cliente.

A internet das coisas está possibilitando o uso da web em objetos e sistemas que nunca pensamos antes, e isso já se prova uma realidade bastante plausível na hotelaria. Cada vez mais veremos o uso de dispositivos dotados de I.A e conectados à internet captando dados durante a hospedagem e transformando em informações estratégicas para melhoria dos serviços. 

Vale ressaltar que alguns hotéis europeus estão utilizando a internet das coisas e o grande volume de dados criados por ela para mensurar suas operações e reduzir desperdícios em seus bares e restaurantes. 

5. Hotéis eco-friendly

A preocupação com a natureza é algo presente há algum tempo na hotelaria, contudo, o tema está ganhando outra definição na indústria de hospedagem. Alguns hotéis europeus apostam no estilo sustentável para atrair hóspedes engajados nas causas ambientais e, claro, para reduzir seus impactos operacionais. 

Esse tipo de inovação na hotelaria não é uma exclusividade dos europeus. Contudo, sua escassez de certos recursos naturais e o alto uso de tecnologia estão auxiliando na criação de um nicho, que são os hotéis eco-friendly. 

Inovações surgem a todo o momento e em diversos lugares do mundo, mas não podemos negar a influência e importância que a indústria da hospitalidade europeia possui para todo o cenário hoteleiro.

De lá saem inovações e ideias muito interessantes e que podem pintar por aqui em breve! 

Quer saber mais sobre elas? Então, leia mais e continue com uma das mais importantes: Como a inteligência artificial está auxiliando a gestão de hotelaria!

Deixe uma resposta

Fechar Menu