Os principais desafios do Revenue Management em 2019

Os principais desafios do Revenue Management em 2019

Em um momento de reaquecimento da economia é importante ficar atento às mudanças do mercado. Conheça os desafios do Revenue Management em 2019!

Para abordar os desafios enfrentados pelos hotéis quando o assunto é gestão de receita e melhoria dos resultados econômicos, é necessário olhar de forma macroscópica para o cenário hoteleiro nacional.

De acordo com a Pesquisa Hotelaria em Números – Brasil 2018, desenvolvida pelo Fórum Brasileiro de Operadores Hoteleiros, nosso país possui 10.341 empreendimentos hoteleiros, incluindo hotéis de marcas internacionais, nacionais e independentes. Todas essas propriedades somam mais de meio milhão de quartos (541.314 para ser mais exato).

Em relação aos resultados, é possível dizer que o setor está em recuperação, após três anos consecutivos de recessão.

Desde 2015, tanto os índices de ocupação média quanto de RevPar ficaram no vermelho. Consequentemente, isso empurrou o valor da diária média para baixo, e com tantos números negativos, nada mais óbvio que uma queda no GOP (lucro bruto), que caiu de 24,6% da receita total em 2016 para 20,9% da receita total em 2017.

Em um cenário de alta competitividade e de resultados baixos, gerenciar a receita e usar a inteligência de negócios se tornou fundamental. Para atingir resultados, os hotéis precisam encarar seu posicionamento de mercado com os pés no chão e desenvolver estratégias para manter o faturamento.

Em 2019, todos os hotéis irão operar com foco na recuperação econômica. Contudo, para estar preparado, é preciso conhecer e enfrentar os principais desafios do revenue management, a fim de tornar a gestão de receitas mais inteligente eficaz.


Por isso separamos 5 desafios do revenue management que não podem sair do seu radar. Confira!

Conheça os 5 maiores desafios do revenue management em 2019

1. Gerenciamento de receita

O primeiro grande desafio de 2019 não poderia ser outro se não o de manter a receita gerada em crescimento. Os últimos anos não foram fáceis para os hotéis, e fatores como o aumento da taxa de juros nos EUA também contribuíram para a queda. Isso afugentou parte do público internacional, que aproveitou os anos de crise e da desvalorização do real para viajar para o Brasil.

Para manter sua receita em alta, os hotéis terão que analisar muito bem o contexto e fatores econômicos do país, como variação do câmbio, para compreender em qual cenário vai operar: em mais um ano de crise ou em um ano de recuperação.

Até o presente momento, é impossível afirmar se será um ano de melhores resultados. Contudo, é bem provável que ainda haja um cenário desafiante. Aos hotéis, cabe a inteligência de negócios:

  • Analisar os valores aplicados em sua praça;
  • Definir formas de impactar seu público alvo;
  • Desenvolver valores para ocupação que sejam condizentes com sua categoria e com o poder aquisitivo vigente junto a este público.

2. Geração de demanda

Apesar de toda a queda de desempenho e de ocupação, quem opera na hotelaria sabe que o desafio continua a ser os momentos de baixa procura. Na alta temporada, mesmo com as dificuldades econômicas, os hotéis conseguem manter bons resultados. Contudo, muitos ficam temerosos com sua continuidade dado à falta de estratégias de ocupação para a baixa temporada.

Para aumentar a conversão em momentos de média e baixa procura, o hotel precisa desenvolver boas ações de marketing, que podem incluir promoções, pacotes e facilidades de pagamento.

Além disso, é preciso estruturar uma precificação justa, competitiva e que seja capaz de atrair hóspedes, incluindo os que viajam a trabalho, que representam boa parte do volume de hospedagem no Brasil.

3. Velocidade na tomada de decisões

Outro desafio relacionado ao Revenue Management é a rapidez na tomada de decisões. O mercado hoteleiro é dinâmico e exige velocidade. É preciso em sintonia com a concorrência, adequar o tarifário e fazer uma interpretação do contexto para desenvolver os melhores preços e obter resultados mais amplos.

Tomar decisões demanda números. É mais importante embasá-las em informações concretas do que em fatores subjetivos. Sendo assim, é essencial pensar na utilização de softwares e sistemas digitais focados em RM. Eles armazenam dados das operações e auxiliam os gestores a criar insights positivos para o negócio. Isso otimiza resultados e cria condições para um gerenciamento de receita positivo.

4. Gerenciamento dos múltiplos canais de venda

Bons resultados demandam uma análise e controle bem feito de todos os canais de venda. Acompanhar esses resultados permite ao gestor identificar quais têm melhor resultado e quais demandam mais esforços.

Utilizar um Channel Manager e integrá-lo com um sistema de Revenue Management é uma combinação bastante útil para a gerência, principalmente pela capacidade de compilar e interpretar os dados, gerando análises claras e precisas.

5. Integração de ferramentas

Por fim, outro desafio do Revenue Management e integrar ferramentas de forma otimizada. Conforme mencionamos acima, é possível integrar ferramentas digitais para deixar a gestão mais inteligente e conectada.

A principal virtude da integração é a possibilidade de gerar dados complexos, envolvendo diversas instâncias do negócio, o que permite uma leitura completa da atividade hoteleira.

Ao pensar na utilização de ferramentas digitais, sempre pondere a de sistemas capazes de “conversar entre si” e gerar as informações claras e assertivas para tornar a gestão mais prática.

No caso das soluções digitais da Newhotel Check-In, é possível integrar o PMS com o Channel Manager e o sistema de RM, criando uma poderosa ferramenta analítica e processual, todos com a vantagem de contar com interfaces simples e a segurança dos servidores em nuvem.

 

Sem dúvidas, o setor hoteleiro ainda precisa se recuperar para chegar ao patamar pré-crise, que se encerrou em 2014. Aos poucos, o mercado vai reagindo e dando bons sinais de melhora.

Contudo, durante os últimos cinco anos muita coisa mudou e os hotéis que não forem capazes de acompanhar a evolução do mercado sentirão mais dificuldades até voltarem a se estabelecer.

Não deixe de olhar para o Revenue Management como algo fundamental para auxiliar o hotel a conseguir melhores resultados e a ter uma realidade mais próspera e munida de inteligência de negócios!



Fechar Menu